Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

culturALL

Cultura para Todos!

culturALL

Cultura para Todos!

Casa da Cerca | Obra Aberta - O direito e o avesso das palavras (Oficina de inscrição poética)

No dia 21 de maio, pelas 17h, a Casa da Cerca organiza mais uma “Obra Aberta”, que propõe a realização de sessões que promovem um diálogo entre as artes e desencadeando diferentes leituras das obras, estimulando, assim, outros sentidos.

 

Nesta oficina Susana Pires responde e interpela as obras da artista plástica Susana Pires que, com elementos da série Abraçatório, presentes na exposição “Fazer Sentido”, procura tornar sensível o direito e o avesso do abraço, esse toque íntimo de encaixe de corpos, e a sua falta. O avesso de um abraço poderá ser o seu contrário? O que é o contrário de um abraço?

 

Inscrito em qualquer texto haverá de estar presente também o seu avesso. Será o inverso de uma palavra o seu silêncio? Através da imersão sensitiva no abraço das esculturas esta oficina pretende experimentar os efeitos desconcertantes dos contrários na escrita.

(a propósito do Dia Mundial do Abraço – 22 de maio)

 

No ano em que a Casa da Cerca aborda os cinco sentidos na Arte, criámos o programa OBRA ABERTA que promove a fruição aprofundada de uma obra ou de um conjunto de obras de uma exposição, mediante experiências proporcionadas por outros campos artísticos, como a poesia, a música, a dança, multiplicando os sentidos da leitura da peça ou peças escolhidas por cada artista convidado.



Data: 21 de maio
Horário: 17h
Orientação: Susana Rodrigues Pires
Destinatários: todos
Local: Galeria Principal de Exposições
Entrada gratuita, sujeita à lotação do espaço

 

Susana Pires nasceu em 1984 e é de Almada. É licenciada em História com especialidade em História Cultural e das Mentalidades, e fez mestrado em Teoria da Literatura. É colaboradora do programa Descobrir da Fundação Calouste Gulbenkian desde 2009, e fez parte da equipa residente do Serviço Educativo da Casa das Histórias Paula Rego em 2012. Em 2013, fez estágio profissional ao abrigo do Programa Leonardo da Vinci na Bienal de Liverpool, e gozou de residência artística na Grizedale Arts (Coniston, Lake District, Inglaterra). Tem projetos em curso na associação cultural Casa Invisível, e concebe e orienta formações acreditadas na área da Teoria da Literatura.

 

IN: www.m-almada.pt