Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

culturALL

Cultura para Todos!

culturALL

Cultura para Todos!

Arte Xávega - Território, Tradição e Futuro

Colóquio
Dia 8 de junho, realiza-se o seminário «Arte Xávega - Território, Tradição e Futuro», na Costa da Caparica. O objetivo é valorizar e defender esta arte de pesca artesanal. Estão previstas as presenças do secretário de Estado das Pescas e do presidente da Câmara Municipal de Almada na sessão de abertura. Inscrição gratuita.
O seminário «Arte Xávega – Território, Tradição e Futuro», promovido pela Câmara Municipal de Almada (CMA), visa defender a valorizar publicamente a Arte Xávega, enquanto pesca artesanal, em estreita colaboração com os agentes económicos, sociais, culturais e territoriais envolvidos, são os objetivos da CMA.
«Arte Xávega - Valorização Económica e Economia do Mar», a «Arte Xávega, produto cultural e turístico» e «Lançar a rede para o futuro - cenários e estratégias» são os subtemas a abordar ao longo do dia por vários oradores convidados.
A partir das 18 horas, após a sessão de encerramento, vai ser possível assistir a um lance da Arte Xávega numa das praias da Costa da Caparica.
O seminário «Arte Xávega – Território, Tradição e Futuro» realiza-se no dia 8 de junho, no Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA), na Costa da Caparica.
 
Participe. Inscrição online
A participação é gratuita, limitada à lotação do espaço, sendo necessária inscrição online.
 
Arte Xávega, um Património Cultural Imaterial
A Arte Xávega é uma técnica de pesca tradicional que consiste na utilização de uma rede de cerco envolvente que é lançada ao mar e posteriormente puxada para terra.
Constitui parte integrante do Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial desde 16 de fevereiro de 2017, mediante uma candidatura única em Portugal apresentada pela Câmara Municipal de Almada à Direção Geral do Património Cultural.
 
 
Organização
Câmara Municipal de Almada
 
Colaboração
Centro de Arqueologia de Almada

 
Programa
 
MANHÃ (9H30 / 13H00)
9h – Receção dos participantes
 
9h30 – Sessão de Abertura
Ministério do Mar, Secretário de Estado das Pescas, José Apolinário
Presidente da Câmara Municipal de Almada, Joaquim Judas
 
9h45 – A Arte Xávega: fragilidade e resiliência face aos desafios do III milénio
- Arte Xávega: apresentação e contextualização do tema
Francisco Oneto Nunes
Doutor em Antropologia Social, ISCTE
Professor Auxiliar no Departamento de Antropologia do ISCTE

10h30 - intervalo para café
 
11h – Painel I: “Arte Xávega - Valorização Económica e Economia do Mar”
 
 
ORADORES
IPMA – Instituto Português do Mar e da Atmosfera
 
 
Pesquisucesso, Associação de Pescadores
 
 
Ala-Ala, Associação de Pesca Artesanal
 
 
APMFT, Associação de Pescadores e Moradores da Fonte da Telha
 
Nuno Lopes, Departamento de Energia, Clima, Ambiente e Mobilidade da Câmara Municipal de Almada
 
 
Lia Vasconcelos & Mónica Mesquita
Lia Vasconcelos – FCT/UNL, Doutora em Engenharia do Ambiente / Sistemas Sociais pela UNL, mestre em Planeamento Regional e Urbano pela UL, Licenciada em Arquitetura pela UL, professora no DCEA e investigadora do MARE.
  
Mónica Mesquita - Doutora em Ciência da Educação, licenciada em Matemática, Mestre em Matemática para educação pela UCSP, Brasil. Pós-doc  no DCEA e investigadora do MARE
 
MODERADOR
Luís Sousa Martins (Doutor em Antropologia Social pelo ISCTE)
 
12h – debate

13h - pausa para almoço (refeição livre)
 
 
TARDE (14H30 / 18H00)
14h30 – Painel II: “Arte Xávega, produto cultural e turístico”
 
ORADORES
Francisco Silva, Centro de Arqueologia de Almada
 
 
José Polido, Vereador no Município de Sesimbra
 
Paulo Pardelha, Câmara Municipal de Almada (Arquiteto, Diretor do Departamento de Planeamento Urbano e Desenvolvimento Económico)
 
 
José Picas do Vale
Mestre em Estudos Museológicos pela Faculdade de Ciências Socias e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
  
MODERADORA
Joana Pereira, Diretora da Direção Municipal de Desenvolvimento Social Integrado da Câmara Municipal de Almada
 
15h15 – Debate
 
15h45 – Painel III: “Lançar a rede para o futuro - cenários e estratégias”
 
ORADORES
Natália Henriques, ADREPES – Associação de Desenvolvimento Regional da Península de Setúbal (Mestre em Contabilidade e Análise Financeira pelo ISCAL, licenciada em Informática de Gestão pela UM, Coordenadora da ADREPES)
 
 
Teresa Coelho, Presidente do Conselho de Administração da DocaPesca
 
João Almeida, Federação dos Sindicatos das Pescas
 
José Carlos Ferreira, FCT NOVA (Doutor em Ambiente e Sustentabilidade / esp. Engenharia do Ambiente e da Sustentabilidade pela UNL, mestre em Geografia Física e Ambiente e licenciado em Geografia e Planeamento Regional pela UL, professor no DCEA e investigador do MARE)
  
MODERADORA
Maria Regina Salvador, FCSH NOVA (Doutora em Economia pela London School Economics, Doutora em Geografia pela UNL, Mestre em Economia Europeia e Licenciada em Economia pela UCP, Professora no DGPR e investigadora no CICS.NOVA)
 
16h45 – Debate
 
17h – Sessão de encerramento
Vereadora da Câmara Municipal de Almada, Maria Amélia Pardal
Presidente da Junta de Freguesia da Costa da Caparica, José Ricardo Dias Martins
Diretor do Departamento de Planeamento Urbano e Desenvolvimento Económico da Câmara Municipal de Almada, Paulo Pardelha

17h30 - Degustação de produtos associados à Arte Xávega
 
18h - Lance de Arte Xávega na Praia
(lançamento das redes pelos pescadores na Nova Praia)
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.